Por que o Escritor Paulo Coelho "Desce a Lenha" na Copa do Mundo 2014?


A polêmica declaração de Ronaldo, em 2011, dizendo que “não se faz Copa do Mundo com hospitais”, ainda gera críticas ao membro do COL (comitê Organizador Local). Em entrevista ao jornal francês Le Journal du Dimanche, o escritor Paulo Coelho atacou o maior goleador em Copas do Mundo.

Nós poderíamos usar o dinheiro para construir algo diferente de estádios em um país que precisa de tudo: hospitais, escolas, transportes... O Ronaldo é um imbecil ao dizer que não é papel da Copa do Mundo construir infraestrutura.

Paulo Coelho integrou a comissão brasileira em Zurique, na Suíça, em 2007, quando o País foi anunciado como sede da Copa do Mundo de 2014. Porém, como o passar do tempo, Coelho se disse decepcionado e deixou de apoiar o evento.

Eu vou assistir aos jogos na TV... Eu estava na delegação oficial com Lula, Dunga e Romário quando a Fifa escolheu o Brasil, mas estou muito decepcionado com tudo o que aconteceu desde então. A Copa do Mundo poderia ser uma bênção e um momento de comunhão para nós como foi para a França ou a Alemanha. Mas é um desastre.

Do R7
Via: Uzl Em Fotos

Outra Matéria:
Segundo o endereço eletrônico http://limpinhoecheiroso.com diz:

Delegação oficial brasileira durante candidatura
O beijo no coração dessa semana vai para o escritor brasileiro mais famoso do mundo, o nosso mago Paulo Coelho. Na semana passada, o escritor expressou toda sua revolta contra a realização da Copa do Mundo no Brasil e, segundo a revista Época, “está decepcionado com o governo, a Fifa e os escritores nacionais”.

“Não vou à Copa, embora tenha ingressos. Eu não posso estar dentro do estádio sabendo o que se passa lá fora com os hospitais, a educação e tudo o que o clientelismo do PT tem renegado muito.”

O curioso foi relembrar do entusiasmo do nosso mago em 2007, quando foi integrante da delegação brasileira na disputa do país sede para a Copa desse ano.

Na ocasião, Coelho chegou a chamar o presidente da Fifa, Joseph Blatter, de cher ami (“querido amigo”) e deu fortes declarações em favor da candidatura brasileira.

Sacramentada a vitória do Brasil, o escritor comemorou:

“A partir de hoje, começa uma vitória que durará sete anos. O que vemos na Seleção, vemos no povo. O trabalho árduo, a capacidade de sonhar e sua criatividade. Honraremos como povo brasileiro essa possibilidade.”

Nessa época nossas escolas e hospitais não eram padrão Fifa, Blatter não era exemplo de honestidade e a política do PT não era tão diferente da atual. Isso pra não dizer que o Romário ainda não era deputado.

O que de fato aconteceu pro mago ter mudado de opinião? Será que foi porque o governo não levou seus amigos escritores pra Feira de Frankfurt no ano passado? Ou é apenas a tal metamorfose ambulante?

Nota do blog:

Tudo tem dois lados... Ou dois interesses... Ou opiniões mudam mesmo... O fato é que Paulo Coelho não está errado no que diz. Se estivesse conivente com esse absurdo que será a Copa do Mundo no Brasil, ele estaria “queimando” toda sua carreira em prol de uma conspiração que levará uma fortuna inestimável do nosso país, e o pior na nossa cara.

1 comentários:

  • Thomas de Carvalho Silva | 22 de maio de 2014 19:08

    Na verdade, Paulo coelho, que sempre andou cangalhado com o pessoal do PT, viu a furada em que se meteu e quer tirar o seu da reta - para evitar ficar "mal na fita". Quando vc vê que um escritor de abobrinhas como ele é o escritor brasileiro mais famoso do mundo - em detrimento de José de Alencar, Machado de Assim, Raquel de Queiroz, Ariano Suassuna, entre outros VERDADEIROS escritores - você como o brasileiro é pouco afeito à boa leitura e, por isso, de tão baixo nível cultural e intelectual.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...