POETA MALABARISTA

Estrofes feitas quando Rose fernandes começou a fazer malabares na praça do teatro Municipal, em mossoró ainda.
Texto musicado por Filippo Rodrigo do Bando La Trupe de natal, muito cantado no Escambo e principalmente por Jardeu Amorim, um dos nossos Poetas Malabaristas.
Quando virem o ARTE & RISO na rua podem pedir que a gente atende. espero que gostem e comentem.

POETA MALABARISTA

Jogando sonhos pro ar
Pisando na corda viva
A medida é ativa
Para se equilibrar
E ver o verso girar
Na cabeça do artista
E deixando uma pista
Para poder entender
Pagar pra ver e pra crer
O poeta malabarista

Com a palavra voando S
ua vida seu destino
Saltando do mezanino
Dando volta e girando
Inspirando e expirando
Mergulhando ele não pisca
Pesca peixe sem a isca
É a cor do ouro eclésio
Voa pro céu num trapézio
O poeta malabarista

Na corda bamba dos ares
Se equilibra com cuidado S
ai correndo disparado
Procurando os seus lares
Suas festas e seus bares
Trabalhando como artista
Se enfeita com ametista
Que tem o brilho perfeito
Ele tem amor no peito
O poeta malabarista

(JOELSON DE SOUTO, jogando sonhos pro ar.)

1 comentários:

  • Rose Olíver | 2 de agosto de 2009 01:41

    Nossa vim aqui hoje postar um comentário como membro dessa Cia,é muito louco,pois não vou mentir dizendo que sempre foi o que eu quiz para mim,porém o destino colocou no meu caminho e eu achei melhor seguir a arte,na busca de soluções para alguns problemas,na busca de ver mais brilho nos olhos de quem nos assiste,na busca de uma tal felicidade que a cada dia estou a conhece-la e senti-la,aqui quero terminar agradecendo pela oportunidade de fazer parte de um grupo tão fantástico:Obrigada! Eu acredito em nossos talentos...ADMIRO CADA UM DESSE GRUPO...

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...